Diretor e produtor musical, violonista, multi-instrumentista, arranjador, compositor e professor, atua no cenário musical fazendo a ponte entre os universos da música erudita e popular. Bacharel pelo Departamento de Música da ECA-USP e Especialista em Gestão de Marketing Estratégico com MBA pela FEA-USP. Desde 2011 é o responsável pela produção musical e arranjos orquestrais do CD e DVD do espetáculo “Natal do Palácio Avenida”, evento que reúne milhares de pessoas no centro da cidade de Curitiba-PR.
Artista em residência e professor de violão do Nacional Music Festival, em Maryland, EUA. Atua como músico convidado e solista junto à Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), Orquestra Municipal de São Paulo (OSM), Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra Sinfônica da Paraná, Balé Guaíra e Het Spectra Ensemble – grupo belga de música contemporânea. Suas participações com a OSESP incluem a 1ª Turnê Européia, em 2003, sob a regência de John Neschling, a 3ª Turnê Brasileira, sob a regência do francês Yan Pascal Tortelier, e a gravação de dois CDs para o selo escandinavo BIS: “Canção do Amor”, de Heitor Villa-Lobos e “Festas Romanas”, de Ottorino Respighi.
Integrou o quarteto da cantora Zizi Possi, tendo participado da turnê de “Per Amore”, “Passione” e gravado os CDs “Passione” e “Bossa”, assim como os DVDs “Per Amore” e “Cantos e Contos”. Carrara é frequentemente requisitado para gravações, shows e concertos, pelo Brasil e exterior, ao lado de artistas como Akira Inoue (Japão), Alaíde Costa, Ana de Hollanda, Antonio Nóbrega, Carlos Careqa, Carmina Juarez, Cida Moreira, Eliete Negreiros, Eugénia Melo e Castro (Portugal), Fortuna, Johnny Alf, José Miguel Wisnik, Kifu Mitsuhash (Japão), Lokua Kanza (Congo/França), Marcelo Quintanilha, Marília Vargas, Masako Kawamura (Japão), Mônica Salmaso, Ná Ozzetti, Olívia Byington, Paulo Bellinati, Rodolfo Medeiros (Argentina), Sapopemba, Suzana Salles, Toquinho, Tiago Pinheiro, Vania Abreu e Virgínia Rosa.
Sua discografia consiste em mais de 80 CDs, entre colaborações e trabalhos solo, incluindo os dois volumes de “Genuinamente Brasileiro”, projeto pioneiro do selo Audiophile Records, gravado em sistema Hi-End. Seu primeiro CD solo “Canção do Sol Nascente”, com arranjos de canções tradicionais japonesas para violão, foi lançado pela gravadora Azul Music. O mesmo selo licenciou os CDs Violão e Floresta, Tocando a Alma 3, Spa Águas Termais e Música do Japão, direcionados para o mercado de música para relaxamento e meditação. Compôs as canções e produziu o CD “Palavra de Criança”, trabalho idealizado para arrecadar fundos para a Associação Beneficente Lar de Maria, em Santo André. Na área da criação destacam-se suas trilhas para dança, TV, cinema, teatro e publicidade. Camilo compôs a música de “Wabi Sabi”, espetáculo de dança-instalação da bailarina e coreógrafa Susana Yamauchi, contemplado pelo PAC de dança-2007. Para a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo compôs a trilha do site “Fábricas de Cultura”, com arte gráfica dos Gêmeos, assim como a trilha do espetáculo “Pedrinho Brasilândia”, baseado no balé Petrushka de Igor Stravinsky.
Assinou a música de “Além das Horas”, curta-metragem de Eliane Coster, roteiro vencedor do prêmio Crônicas da Cidade, da Prefeitura de São Paulo e do 19º Cinérail d’Or du Documentaire, no Festival Cine-Rail, em Paris, França. Compôs a trilha incidental do programa Globo Rural, da TV Globo, para o Centenário da Imigração Japonesa. Músicas de seus CDs foram incluídas em trilhas sonoras como “Shunji Nishimura”, documentário dirigido por Tizuka Yamasaki; “Alice”, seriado de Karim Ainouz e Sérgio Machado, da HBO; “Cartas” de Hélio Ishii; “Formigas” e “A Grande Viagem”, dirigidos por Caroline Fioratti.
Em 2008, Carrara foi convidado para compôr e arranjar peças para Violão e a Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo em homenagem ao Centenário da Imigração Japonesa. Foi contemplado pela “Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural”, do Ministério da Cultura, em 2011, e no ano seguinte estreou sua Cadência e Dança para Violão e Orquestra durante o National Music Festival, em Chestertown, Maryland – EUA.
Na área da publicidade atendeu algumas das principais agências de publicidade do país, como Ogilvy & Mather Brasil, W/McCann, Africa, F/Nazca Saatchi & Saatchi, Loducca, Z+, Propeg, Grey, Taterka, B/Ferraz e Bullet. Produziu trabalhos para clientes como Carrefour, Vivo, Advil, Museu da Pessoa, Leroy Merlin, Itaú, Bradesco, P&G, Gillette, Unilever, Hyundai, Skol Tomorrowland, entre outros.
Desenvolve intensa atividade pedagógica, tendo sido professor nas principais escolas de São Paulo. Lecionou nos Festivais de Música de Prados-MG, foi palestrante do I Mini-Festival de Música Contemporânea da Universidade Federal de Goiás-GO e do Festival de Música de Londrina-PR. Coordenou o Departamento de Cordas Dedilhadas da ULM (Universidade Livre de Música), entre os anos de 2003 e 2008. Por mais de dez anos integrou o quadro de professores do Festival Internacional Música nas Montanhas, em Poços de Caldas-MG. Participou da equipe que elaborou o primeiro ENADE de música, em 2006, e integra bancas examinadoras em festivais de música e provas para vestibular. É professor do curso de Formação para Músicos Educadores do Espaço Musical, em São Paulo, e seu leque de atuação ainda inclui o de parecerista em causas jurídicas que envolvem infrações dos direitos autorais na área de música.
Em 2017 foi admitido pela American Federation of Musicians of the United States and Canada e obteve o Visto O-1B, concedido aos indivíduos com habilidade extraordinária em artes (individuals with an extraordinary ability in the arts). Recebeu o título de Mentor of the City, em Chestertown, Maryland, por sua contribuição durante seis anos como professor do National Music Festival.
Camilo Carrara é professor de Violão popular do Curso Superior de Música (Bacharelado) da Faculdade Cantareira.
www.camilocarrara.com
Clique para acessar o Lattes [+]