Formado pelo Conservatório Real de Haia, Holanda, Cesar Villavicencio é pesquisador e intérprete da música dos séculos XVI, XVII, XVIII, música contemporânea e improvisação livre. É pesquisador responsável pelo Grupo de Pesquisa em Música da Renascença e Contemporânea – GReCo – que recebe apoio pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp) na categoria de Auxílio à Pesquisa Jovem Pesquisadores em Centros Emergentes. Possui doutorado em Música – University of East Anglia (2008), Inglaterra – com a tese “The Discourse of Free Improvisation.” Realizou pesquisa de pós-doutorado no Departamento de Música da ECA/USP (FAPESP). Trabalha também na pesquisa e performance com meios eletrônicos interativos e na aplicação de tecnologia na criação de um instrumento híbrido, a e-recorder, com o apoio da Bolsa Virtuose (1998) e do Instituto de Sonologia de Haia, Holanda.
Foi professor convidado no Conservatório Real de Haia. De 2003 a 2010 foi professor de flauta doce barroca na Oficina Internacional de Música de Curitiba e no Festival de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora. Gravou o CD intitulado “Setecentos” com música medieval, renascentista, barroca e contemporânea com Ricardo Kanji com quem fundou o grupo As Flautas de São Paulo, realizando concertos no Brasil e no exterior. Trabalhou em orquestras barrocas sob a direção de Ton Koopman e William Christie. Como improvisador, tocou com Evan Parker, Richard Barrett, e forma parte do conjunto MusicaFicta com Fernando Iazzetta e Rogério Costa.
Como pesquisador tem orientado projetos e apresentado trabalhos no Conservatório Real de Haia, Holanda, na Universidade da California em San Diego, Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, Universidade de Nevada em Las Vegas, Estados Unidos, no Centro Mexicano para la Música y las Artes Sonoras (CMMAS), na USP, UNESP, UNIRIO, UFPB, UDESC e UNICAMP.
Cesar Villavicencio é professor do Curso Superior de Música (Bacharelado) da Faculdade Cantareira.
http://www.cevill.com
Clique aqui para ver o Lattes [+]