fabio_cury
Conhecido por seu notável ecletismo, transita desde o universo da música antiga com instrumentos históricos à vanguarda da composição contemporânea, passando pela música brasileira, pela atividade pedagógica e a pesquisa acadêmica.
Graduado em fagote pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, 1991) sob orientação de Paulo Justi tendo, logo em seguida, na condição de bolsista do Serviço de Intercâmbio Acadêmico Alemão (DAAD) integrado até 1994, a classe de solistas do Professor Klaus Thunemann na Escola Superior de Teatro e Música de Hannover. Recebeu o título de Mestre em Artes pela UNICAMP (1999) e de Doutor em Música pela Universidade de São Paulo (2011).
Fábio Cury foi premiado em inúmeros concursos brasileiros, entre eles, o Concurso para Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (1987) e o VIII Prêmio Eldorado de Música (1995). Foi vencedor do Concurso para Fagotistas da Escola Superior de Teatro e Música de Hannover (1993) e recebeu, em 2000, em virtude de sua 3ª colocação, Menção Honrosa no Concurso Fernand Gillet promovido pela International Double Reed Society.
Gravou música de câmara pelos selos Paulus, Meridian e Brasil Meta Cultural. Tem se dedicado especialmente à divulgação da música nacional, tanto no Brasil como no exterior, esforço esse reconhecido pela APCA, que conferiu ao seu CD ‘Velhas e novas cirandas: música brasileira para fagote e orquestra’ (selo Clássicos), o Prêmio de melhor gravação de 2010.
Presença constante nos mais consagrados festivais de música do Brasil, como professor, camerista e solista, Fábio colaborou enormemente para o reconhecimento da faceta solista do fagote. No exterior, tem atuado de forma marcante na divulgação do repertório brasileiro, ministrando palestras, dando cursos e apresentando-se como solista e camerista em países como Argentina, Panamá, Canadá, Inglaterra e China entre outros, sem falar na atuação frente aos mais prestigiosos grupos sinfônicos brasileiros. Fábio Cury tem sido considerado o mais atuante solista brasileiro de fagote na atualidade.
Atualmente, Cury divide seu tempo entre a atividade pedagógica e acadêmica, como professor da Universidade de São Paulo (USP), Escola de Música do Estado de São Paulo e do Conservatório de Tatuí; a Camerata Aberta (grupo de música contemporânea), Orquestra Sinfônica Municipal e a carreira de solista.
É representante da firma Püchner no Brasil e toca com o fagote modelo superior.
Fábio Cury é professor do Curso Superior de Música (Bacharelado) da Faculdade Cantareira.
Clique para acessar o Lattes [+]