fernando_tomimura
Pianista, Mestre e Bacharel em Música pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) sob a orientação de Amilcar Zani. Fernando Tomimura, um dos mais destacados pianistas de sua geração, tem participado de importantes produções musicais como concertista, recitalista e camerista ao lado dos principais nomes do cenário musical brasileiro, com repertório que abrange desde o Barroco até a música do século XXI.
Além dos recitais no Brasil, Tomimura se apresentou na Alemanha, Finlândia, Rússia, Espanha, Portugal, França, Polônia, Hungria, Áustria, Suíça, Argentina e Chile. Pianista da Fundação OSESP e professor da Escola Municipal de Música de São Paulo.
Em junho de 1999 estreou como Diretor musical da ópera “A Solteirona e o Ladrão” de Gian Carlo Menotti no SESC Ipiranga. Entre outras obras, Tomimura fez a estréia brasileira do Quinteto para piano e cordas de Béla Bartók com o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo. Como concertista, Fernando Tomimura atuou à frente de orquestras nas principais salas de concerto do Estado. Gravou várias trilhas sonoras para filmes e, em 2006 gravou, de Willy Corrêa de Oliveira, a série para piano Velhos hinos cantados de novo, no projeto “Willy Corrêa de Oliveira – O Presente,” sob patrocínio da Petrobrás. Em 2008 gravou, junto à Camerata Fukuda, Thema mit vier Variatio nen – Die vier Temperamente para piano e orquestra de cordas de Paul Hindemith pelo selo Paulus.
“Em suas capacidades interpretativas durante os concertos, Tomimura sempre demonstra um alto nível profissional, compreensão profunda do texto musical e forte capacidade artística.  Um maravilhoso músico de câmara”.  (Viktor Minassián, Conservatório Glinka – Rússia).
Fernando Tomimura é professor de Música de Câmara na Escola Superior de Música da Faculdade Cantareira.
Clique para acessar o Lattes [+]