Músico multi-instrumentista, compositor, artista plástico, lutier e artista educador. Sardo constrói instrumentos, Esculturas sonoras e instalações musicais que podem ser encontrados em diversos parques e espaços culturais no Brasil e exterior. Ao longo de sua carreira já participou de várias trilhas sonoras para cinema, dança e teatro e em diversas exposições individuais e coletivas em espaços culturais e instituições. Seu trabalho diverso assim como seus projetos de arte-educação são vistos e desenvolvidos no Brasil e exterior.Seu trabalho é fruto de pesquisas iniciadas em 1980 em música e luteria étnica de diversas épocas e culturas distintas. Sardo já construiu mais de cento e sessenta instrumentos musicais e Esculturas sonoras com matéria prima alternativa, orgânica e sintética. Esta pesquisa caracteriza suas composições musicais que contém grande variedade de timbres e sonoridades.
Desde 1989 Sardo ministra oficinas de música e luteria experimental, fazendo parte de um trabalho artístico, pedagógico e social que aponta para a democratização da cultura e da educação. Nessas oficinas estimula a prática musical e o desenvolvimento da criatividade de forma lúdica, relacionando arte, etnias e ecologia. O público tem a oportunidade de construir e tocar seus próprios instrumentos e aprender sobre música e ecologia, em um incentivo à criatividade, à crítica e à reflexão.
Fernando Sardo possui seis CDs gravados, sendo quatro CDs com o Grupo Ya Nur, um Cd com o Grupo GEM (Grupo Experimental de Música) e um CD solo. Faz apresentações musicais e exposições em diversos espaços públicos e privados, nas instalações do SESC e por todo o país. Foi convidado da 28ª Bienal de São Paulo (2008) onde expôs Instalação sonora “Dessintetizador” e performance do Grupo GEM, sendo pioneiro em apresentações musicais na Bienal de Artes Plásticas de São Paulo. Foi professor de luteria na Universidade Federal de São Carlos e em vários cursos de Pós-graduação em São Paulo.
www.fernandosardo.com.br