Show de Recepção e Boas Vindas

 

SHOW DE RECEPÇÃO
aos CALOUROS DE MÚSICA e BOAS VINDAS aos VETERANOS

RAQUEL BERNARDES QUARTETO

16 de fevereiro de 2017 • quinta-feira • 12h30 e 19h
Auditório I • entrada franca

O grupo
Raquel Bernardes Quarteto foi criado em agosto de 2015 com o intuito de se aprofundar e levar para mais pessoas a obra de Egberto Gismonti, tendo como formação voz, piano, contrabaixo e bateria. Desde então o grupo tem amadurecido sua identidade por meio dos arranjos que em muitas vezes coletivos, mostram com clareza a junção das várias influências do mesmo.
Em dezembro de 2015 se apresentou na Faculdade Integral Cantareira.
Iniciou 2016 fazendo a abertura do Sarau Musical, levando o repertório a um público variado. Desde então o projeto vem crescendo e tomando forma de maneira peculiar dentro da obra de Egberto Gismonti.
No segundo semestre fez apresentações regulares durante três meses no Unibes Cultural, onde pôde amadurecer ainda mais o repertório complexo que se propõe a fazer, e acima de tudo alcançou diversos públicos através da obra de Gismonti.
O grupo encerrou 2016 investindo em um registro de áudio e vídeo do pocket do projeto.
Repertório
Saudações
Salvador
Bodas de prata
Palhaço
Sonho
‘Prum’ samba
Café
Cego Aderaldo
Maracatú
Infância
Frevo
Sanfona
Loro
Sete Anéis
Atendo Alerta
Breve Currículo dos Músicos
Raquel Bernardes começou a cantar desde criança. Aos 12 anos entrou na Escola do Auditório Ibirapuera onde pôde se aprofundar nos estudos da voz e da música brasileira. Participou do coral da Escola do Auditório, foi cantora solista da Orquestra Furiosa do Auditório sob regência de Nailor Proveta e Maestro Branco, e ainda pela escola do Auditório dividiu o palco com ícones da música como Elza Soares, Jair Rodrigues, Fabiana Cozza, Dori Caymmi e muitos outros. Formou-se pela escola do Auditório em 2015, participando do concerto Especial Escola do Auditório, onde dividiu o palco com Mônica Salmaso. Faz parte do grupo vocal Seis Canta que em 2012 foi o segundo colocado no concurso de grupos vocais do Rio de Janeiro, em fevereiro de 2016 levou o espetáculo meio fio para os palcos do Paraguai no festival Asuncion a voces. A cantora também é integrante do Coral Jovem do Estado de São Paulo. Além de estar graduando no curso de Música, segue com um projeto solo que explora a obra do multi-instrumentista e compositor Egberto Gismonti.
Jonatan Carvalho Goes, aos quinze anos começa a estudar com professor de bateria Fernando Fálvo. Foi essencial, pois com ele aprendeu a escrita e a leitura musical, além de fluência e técnica.
Dois anos depois, em 2012, entra na EMESP, conhecendo a variedade e riqueza dos ritmos brasileiros com o professor Nenê. No mesmo ano, teve a oportunidade de entrar na Escola do Auditório, onde teve aulas com o professor Celso de Almeida, além de fazer parte da Orquestra brasileira do Auditório com maestro Edson José Alves e a Orquestra furiosa, que tem como maestro Nailor Proveta e o maestro Branco, ambas atua como baterista e percussionista popular. No ano de 2014 passa a integrar a Orquestra Jovem Tom Jobim como baterista, que tem como maestro Roberto Sion, Nelson Ayres e Tiago Costa.
Conrado Vieira formou-se em composição pela ULM-Emesp onde teve aulas com Villani Côrtes e Eduardo Guimarães Álvares. Teve aulas também com o compositor Almeida Prado e com os pianistas Paulo Gazzaneo e Paulo Ávares. Participou da Big Band da Emesp onde acompanhou músicos renomados do País. Outros grupos onde trabalhou são: Ein Sof Piano trio,ChronoChromos trio,Circadian quarteto. Trabalhou ao lado de Músicos como Vinicius Dorin ,Nenê baterista, François Lima, Itamar Colaço, Walmir Gil, Maestro Roberto Sion entre outros. Como pianista de Estúdio grava assiduamente trabalhos de MPB,Samba e Soul Music . Atualmente é integrante dos seguintes grupos: Raquel Bernardes quarteto,Solejazz Brasil,Banda Radar Metropolitano e SeriAlea(projeto autoral).
Jackson Lourenço iniciou os estudos de contrabaixo aos 13 anos de idade, na EMESP Tom Jobim, onde concluiu o ciclo avançado. Cursou também IV MB e Jazz 2016 na Faculdade Souza Lima. Teve como professores grandes mestres renomados da música popular como Sizão Machado, Gabriel Bahlis, Celso Pixinga, Itamar Colaço, Rodrigo de Oliveira, Paulo Braga, Marcus Teixeira, Nenê, Vitor Alcântara, Lis de Carvalho, Marinho Andreotti, Leandro Cabral, Lea Freire e Daniel D’Alcantara. Atualmente toca nos grupos Mandau, banda JAP, SoundCheck, Sou4U, Jtrês e Raquel Bernardes Quarteto.