Cantora e violonista, possui um vasto currículo artístico que alia estudos de técnica vocal, vários instrumentos (piano, violão, viola e violino), composição, regência, dança e teatro. Bacharel em Canto pelo Centro Universitário Fiam/Faam e Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).
É professora de canto popular no Centro Universitário Fiam/Faam e, até o ano de 2008, exerceu intensa atividade de docência em música na Universidade Livre de Música (ULM).
Um belíssimo registro de Tuca Fernandes, ao lado do ‘Quinteto D’Elas’, é o CD “Luar Canções de Arrigo Barnabé”, interpretando canções de um dos fundadores do movimento Vanguarda Paulistana. O trabalho de Tuca com Arrigo Barnabé começou em 1980, nos shows de lançamento do LP “Clara Crocodilo”. Essa cumplicidade resultou na canção “Mirante” de 1982, a ela dedicada. Nos anos 1990, a colaboração continuou na ópera “Gigante Negro”, com Tuca protagonizando a cortesã Glória Gozosa ao lado de Itamar Assumpção.
Como vocalista, solista vocal e locutora, Tuca Fernandes desenvolve trabalhos em gravações e apresentações artísticas. Sua marca musical tem sido o ecletismo, acompanhando, com a mesma desenvoltura, artistas tão diferentes como Tom Zé, Cauby Peixoto, Rita Lee, Marlui Miranda, Kiko Zambianchi, Almir Sater, Arrigo Barnabé e outros.
Seu mais recente trabalho (outubro, 2013) foi como solista da ópera-rock Tommy, de Pete Townshend (The Who) com direção cênica de Danilo Gambini, junto à Banda Sinfônica Jovem do Estado sob regência de Mônica Giardini e orquestração de Julio César de Figueiredo, em comemoração aos vinte anos do grupo. Tuca Fernandes participou, também como solista interpretando o mesmo personagem, da primeira montagem desse clássico da história do rock em 2006 no Memorial da América Latina.
Tuca Fernandes é professora do Curso Superior de Música (Bacharelado) da Faculdade Cantareira.
Clique para acessar o Lattes [+]