yaniel_matos
“Yaniel Matos consegue elevar a mente do ouvinte até a dimensão mais nobre do prazer, um contexto localizado bem longe das nossas ultras codificadas gaiolas mentais”. Enzo Pavoni, Revista Jazz Magazine (Itália).
Cubano com nacionalidade brasileira, teve seus primeiros contatos com a música por meio de sua família, ouvindo seus tios e avós. Aos oito anos de idade começa a estudar violoncelo e piano no Conservatório Estevan Sala em Santiago de Cuba até 1994, quando se muda para Havana onde termina seus estudos de violoncelo e composição no Instituto Superior de Arte, graduado pelos professores Harold Gramatges e Jose Loyola.
Em seu pouco tempo em Havana, passa pelas Bandas mais prestigiadas do país, tocando junto a músicos como Chucho Valdes, Issac Delgado, Orlando Valles Maracá entre outros, tendo realizado diversas tournées nacionais e internacionais. Muda-se para o Brasil no ano 2000 e fixa residência em São Paulo, cidade que lhe permite estudar e tocar vários estilos e gêneros musicais.
Em 2003 forma o Mani Padme Trio junto ao baterista Ricardo Mosca e ao contrabaixista Du Moreira, grafando seu primeiro CD “Um dia de chuva”. Lançado no Brasil com distribuição da Tratore e na Itália pela gravadora Red Records, o CD é uma comovente mistura dos ‘sotaques’ cubanos e brasileiros no reino do jazz latino. O segundo CD do Mani Padme Trio, “Depois”, é lançado em 2007 pela mesma gravadora Red Records, sendo o contrabaixista Du Moreira substituído por Zeca Assumpção e tendo como convidado no sax e flauta, Teco Cardoso.
No ano de 2006, Yaniel Maros cria o grupo Cuba Jazz Plus, quinteto de jazz contemporâneoformado por excelentes jazzistas cubanos, tendo Yosvany Terry (sax), Dafnis Prieto (bateria), Yunior Terry (baixo), residentes em Nova York e Julio Padron (trompete) em Cuba.O quinteto tocou em várias cidades brasileiras com grande sucesso. Em 2008 Yaniel se apresenta como sexteto para, mais tarde, gravar seu disco “Em Movimiento”, CD que concorre ao aclamado festival “Cuba Disco 2011”, obtendo excelente crítica de jurados e público. O CD faz uma síntese de sua vivência cubana no Brasil, em linguagem jazzística, cheia de cores e sons descritivos, procurando novas sonoridades. Em 2011 incorpora o violoncelo ao seu novo formato de show, trazendo novos coloridos à sua música. Na formação solo ou de quarteto, Yaniel vem se apresentando em várias cidades do Brasil e do mundo. Em 2013 grava seu CD “La Mirada”, álbum de canções autorais, onde Yaniel se mostra como violoncelista, cantor e pianista, junto a um quinteto de excelentes instrumentistas. Este trabalho será lançado em 2014.
Paralelamente à sua carreira como instrumentista solo, Yaniel Matos já tocou e gravou junto a músicos como Carlinhos Brown, Célia Cruz, Kiko Loureiro, Angra, Timbalada, Heartbreak, Jane Brunnett, Los Jubilados, Antonio Pinto, Rosário Flores, Orlando Valles Maracás entre outros. Além dos vários teatros como o Auditório Ibirapuera e Memorial de América Latina (ambos em São Paulo) e em muitas outras cidades do Brasil, Yaniel esteve presente em vários festivais, entre eles o Festival Phoenix Jazz (BA); Festival Ilha de Toque-Toque (SP); Festival Paraty Latino (RJ);  Festival de Jazz e Blues de Petrópolis; Rio International Cello Encounter (RICE, RJ); Festival Musica sem Fronteiras (Itacaré, BA) e Festivais dos Selos dos Correios (RJ).
Yaniel Matos é professor do Curso Superior de Música (Bacharelado) da Faculdade Cantareira.
www.myspace.com/yanielmatos